Notícias

  • Jun

    27

    2017

55 anos de ACEO em Osasco

Fundação

A ideia surgiu dos comerciantes que integravam o Rotary Club de Osasco, presidido, à época por João Macedo de Oliveira. Rapidamente, o comércio movimentou-se para fundar uma associação que os representasse.

A primeira reunião para criação da entidade aconteceu no dia 23 de maio de 1962, no Auditório do Sesi, na Avenida João Batista, no centro da cidade. O primeiro encontro do grupo serviu para que fosse criada a comissão de estudos para a implantação da entidade. Em 4 de junho de 1962, realizou-se uma nova assembleia, ainda sob a presidência do rotariano João Macedo de Oliveira. Nesta data os estatutos foram apresentados e colocados em discussão.

Foi em 11 de junho de 1962, que a Associação Comercial e Industrial de Osasco (ACIO) foi definitivamente criada, a partir da aprovação dos Estatutos Sociais. Uma comissão, constituída por 21 membros, realizaria a primeira assembleia em nome da ACIO.

Nesta assembleia, os participantes definiram que o Conselho Consultivo seria composto de 35 conselheiros, sob a direção do presidente; a diretoria, representada pela comissão, apresentaria duas chapas para disputar a primeira eleição, marcada para acontecer no dia 2 de julho de 1962.

No dia marcado, a comissão encarregada apresentou chapa única: Presidente - Fuad Auada; Vice-Presidente - Zacharias Kartalian; 1º Secretário - Nichan Nergisian; 2º Secretário - Hugo Crepaldi Filho;1º Tesoureiro - Luiz Matsubara; 2º Tesoureiro - Arlindo Tonato; Diretores sem pasta - João Macedo de Oliveira, José Amaral Filho, Alexandre Portella, Wille Fischilim e Oswaldo Salles Nemer 

Conselho Consultivo - José Viviani, Tércio Morais Pinto Filho, Abel D’Azevedo, Humberto Rechi, Júlio Zeigerman, Yoshime Terada, Meucheg Nercissian, Garabet Kamalakian, Benedito Alves Turíbio, Silvio Gonçalves de Almeida, Nelson Lopes da Silva, Sebastião de Oliveira, Kazuo Yamaguchi, Ernesto Durigon, Eurides Rocato, Cláudio Macedo, Athos Vanucci, Orlando Stella, Diogo Teruel, José Carreira, Toufic Joulian, Nelson Correa, Antônio Grandini, José Morais Rocha, Júlio Augusto Pardal, Raul Antunes Ferreira, José Antônio Pereira Lopes, Marciede José Ciscato, Antônio Carlos Neto, Manoel Mignorance, Joaquim C. Lopes, Barkev Kamagian, Morroun A. Habib, Antônio Cardoso e Ângelo Tretel.

A primeira diretoria eleita foi empossada em 31 de julho de 1962, em cerimônia realizada na sede social da Associação Atlética Floresta.

Ao longo de seus 55 nos de atuação, a ACEO teve reconhecido seu trabalho de defesa do empreendedorismo e incentivo ao desenvolvimento econômico de Osasco, sendo declarada entidade de utilidade pública em 25 de abril de 1973, por meio de decreto municipal de nº 2.846.

 

Impulsionando a economia de Osasco

A entidade tem participação efetiva na trajetória de crescimento contínuo da economia de Osasco, a segunda do Estado e oitava do país, de acordo com a mais recente Pesquisa do PIB dos Municípios Brasileiros, realizada pelo IBGE em 2014. Em 1985, durante a gestão de Nichan Nergisian, a ACEO juntamente com os lojistas da rua propuseram transformar a rua Antônio Agu em um Calçadão. Segundo Nichan, "a ideia dos lojistas era de que a Rua Antônio Agu fosse um grande shopping a céu aberto".

Após muita negociação entre lojistas e poder público, um financiamento permitiu o início das obras, ainda em 1986. O primeiro trecho, que conta com 283 metros entre a Rua Fiorino  Beltramo e o Largo Antônio Menck foi inaugurado no dia 1º de novembro de 1986. Desde então, o calçadão foi avançando quadra a quadra até atingir os atuais 800 metros.

A Rua Antônio Agu, no centro de Osasco, é a segunda rua de comércio do Estado de São Paulo, atrás somente da Rua 25 de Março, na capital, e recebe cerca de 250 mil pessoas por dia. 

Outro momento que vale se relembrado é a participação direta da ACEO na revisão do código tributário do município, em 2005, que beneficiou 14.723 empresas, de 82 categorias de serviços, com a redução da alíquota do ISS (Imposto Sobre Serviços) de 5% para cerca de 2% e 3%.